sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Software livre gera economia de R$ 30 milhões para governo federal

Comentar Enviar por e-mail Enviar por Twitter Publicar no Facebook Promover no Orkut Imprimir ou Converter para PDF Ouça este post Mais opções (pop-up)
Somente em 2008 o governo federal economizou 30 milhões de reais com o uso de software livre e o conseqüente não pagamento de licenças. A declaração foi feita por Marcos Mazoni, presidente do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), no primeiro dia do Free Software Rio – Congresso Internacional de Software Livre para o Setor Público, que acontece no Rio de Janeiro até esta terça-feira (09/12).

Fonte: IDG Now!

O que muitos já previam agora está sendo comprovado por números. A utilização de software livre pelo poder público não é uma opção e sim um dever constitucional.

2 comentários:

Daniel disse...

Não conhecia esse dado, ele é importante. E ainda assim, e mesmo com todos os argumentos de segurança, atualizações frequentes e a própria questão "moral" de se utilizar tecnologia não vinculada a interesse de capital, o software livre não é integralmente utilizado no institucionalismo público.

Samuel Cersosimo disse...

Isso é verdade Daniel. Trabalho na Justiça (TJBA) e lá ainda usamos Windows XP. O "melhor de tudo" é que as máquinas adquiridas vêm com Windows Vista instalado e eles fazem o downgrade para o XP!

Nem me pergunte se no final nós acabamos pagando pelas duas licenças (já que o dinheiro sai do nosso bolso), mas imagino que sim, pois isso seria pouca coisa diante dos absurdos que já presenciei em meus quase 2 anos de Justiça.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails