terça-feira, 16 de março de 2010

Voltamos ao Blogger.com

Comentar Enviar por e-mail Enviar por Twitter Publicar no Facebook Promover no Orkut Imprimir ou Converter para PDF Ouça este post Mais opções (pop-up)
Pois é pessoal, foi preciso reconhecer a superioridade do Grande Oráculo, o Google, e de seu serviço de hospedagem gratuita de blogs, o Blogger.com.

Conforme explicamos em postagem anterior, decidimos testar o serviço de blogs do WordPress. Entretanto, nossa passagem pelo WordPress(.com) não foi das melhores. Não que o serviço seja ruim. Na verdade, e é preciso enfatizar, não chegamos a utilizar a "plataforma" completa do WordPress(.org), mas sim o seu serviço gratuito de hospedagem.

Não entendeu nada? Eu explico.


O WordPress é um sistema de criação e gerenciamento de blogs, dos mais bem conceituados inclusive. Ocorre que, para sua utilização, é necessário possuir um servidor de dados (hosting) na Internet. Esse serviço custa, em média, R$ 15,00 ao mês. É que o WordPress (disponível em http://wordpress.org/) é um software que precisa ser instalado num computador remoto (servidor de dados). Uma vez instalado, é possível acessar seu painel de controle pela Internet e criar seus blogs, gerenciar o conteúdo, mexer no layout etc, tal como fazemos no Blogger.com.

Por outro lado, o serviço gratuito do WordPress (disponível em http://wordpress.com/), já te dá um servidor todo configurado, não sendo necessária a contratação de serviços de hosting. Ocorre que, por ser gratuito, o WordPress.COM é extremamente limitado. Na verdade, ficamos espantados com sua limitação. Sequer é possível mexer nas cores do tema escolhido (alguns temas dão mais liberdades, outros menos, mas todos são muito limitados). Editar o CSS, nem pensar! Quem tiver curiosidade, pode ver o modelo que estávamos utilizando no WordPress: http://viasdefato.wordpress.com/.

Na verdade, dentro do serviço gratuito do WordPress.COM é possível adquirir pequenos privilégios de edição e alteração no modelo, cada um com uma taxa mensal, paga em dólares.

Não queremos criticar o serviço do WordPress, até porque, como dissemos, sequer utilizamos na sua plenitude seu software de gerenciamento de blogs. Mas, não concordamos com o excesso de limitações que o serviço gratuito oferece. Além disso, o painel de controle do WordPress é muito carregado, lento, demora para realizar operações simples.

Por todos esses motivos, decidimos voltar para o Blogger.com, que oferece múltiplas opções de modelos, cores, ferramentas, edição... além de permitir que o próprio usuário crie e edite suas próprias ferramentas. E, o mais importante (no nosso caso ainda), tudo isso sem pagar nada. E agora, ficou ainda melhor com o novo editor de modelos.



Não descartamos a possibilidade, quem sabe um dia e caso o viasdefato.com cresça bastante, de contratar um servidor de dados e instalar nele o WordPress completo, para podemos desfrutar de todas suas ferramentas. Mas, por enquanto, achamos que o Blogger.com se adequa melhor à nossa proposta.

1 comentários:

Anônimo disse...

Como design e ávido consumidor por informações sobre tecnologia, gostei muito do resultado do novo blog, realmente esta mais funcional, principalmente as opções fáceis de impressão, comentário, entre outros. Sucesso!

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails