terça-feira, 16 de março de 2010

Voltamos ao Blogger.com

Comentar Enviar por e-mail Enviar por Twitter Publicar no Facebook Promover no Orkut Imprimir ou Converter para PDF Ouça este post Mais opções (pop-up)
Pois é pessoal, foi preciso reconhecer a superioridade do Grande Oráculo, o Google, e de seu serviço de hospedagem gratuita de blogs, o Blogger.com.

Conforme explicamos em postagem anterior, decidimos testar o serviço de blogs do WordPress. Entretanto, nossa passagem pelo WordPress(.com) não foi das melhores. Não que o serviço seja ruim. Na verdade, e é preciso enfatizar, não chegamos a utilizar a "plataforma" completa do WordPress(.org), mas sim o seu serviço gratuito de hospedagem.

Não entendeu nada? Eu explico.


O WordPress é um sistema de criação e gerenciamento de blogs, dos mais bem conceituados inclusive. Ocorre que, para sua utilização, é necessário possuir um servidor de dados (hosting) na Internet. Esse serviço custa, em média, R$ 15,00 ao mês. É que o WordPress (disponível em http://wordpress.org/) é um software que precisa ser instalado num computador remoto (servidor de dados). Uma vez instalado, é possível acessar seu painel de controle pela Internet e criar seus blogs, gerenciar o conteúdo, mexer no layout etc, tal como fazemos no Blogger.com.

Por outro lado, o serviço gratuito do WordPress (disponível em http://wordpress.com/), já te dá um servidor todo configurado, não sendo necessária a contratação de serviços de hosting. Ocorre que, por ser gratuito, o WordPress.COM é extremamente limitado. Na verdade, ficamos espantados com sua limitação. Sequer é possível mexer nas cores do tema escolhido (alguns temas dão mais liberdades, outros menos, mas todos são muito limitados). Editar o CSS, nem pensar! Quem tiver curiosidade, pode ver o modelo que estávamos utilizando no WordPress: http://viasdefato.wordpress.com/.

Na verdade, dentro do serviço gratuito do WordPress.COM é possível adquirir pequenos privilégios de edição e alteração no modelo, cada um com uma taxa mensal, paga em dólares.

Não queremos criticar o serviço do WordPress, até porque, como dissemos, sequer utilizamos na sua plenitude seu software de gerenciamento de blogs. Mas, não concordamos com o excesso de limitações que o serviço gratuito oferece. Além disso, o painel de controle do WordPress é muito carregado, lento, demora para realizar operações simples.

Por todos esses motivos, decidimos voltar para o Blogger.com, que oferece múltiplas opções de modelos, cores, ferramentas, edição... além de permitir que o próprio usuário crie e edite suas próprias ferramentas. E, o mais importante (no nosso caso ainda), tudo isso sem pagar nada. E agora, ficou ainda melhor com o novo editor de modelos.



Não descartamos a possibilidade, quem sabe um dia e caso o viasdefato.com cresça bastante, de contratar um servidor de dados e instalar nele o WordPress completo, para podemos desfrutar de todas suas ferramentas. Mas, por enquanto, achamos que o Blogger.com se adequa melhor à nossa proposta.

1 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails