sexta-feira, 9 de abril de 2010

Aperfeiçoamento do processo eletrônico. Impactos da Resolução nº 90/2009 do CNJ

Comentar Enviar por e-mail Enviar por Twitter Publicar no Facebook Promover no Orkut Imprimir ou Converter para PDF Ouça este post Mais opções (pop-up)
Estudiosos do processo eletrônico nunca tiveram dúvida de que a informatização do processo judicial é inevitável, mas a corrente pragmática, majoritariamente constituída por advogados, já alertava desde o início deste século para a necessidade de trilhar com acerto, e de modo gradual, o caminho da informatização processual, antes de sua expansão, a fim de evitar remendos futuros, que se fariam necessários se não fossem fixados padrões operacionais e critérios técnicos de comunicação entre os diversos órgãos e tribunais.

(...)

Fonte: Eurípedes Brito Cunha Júnior, em artigo publicado no JusNavigandi

É o artigo mais completo que já li sobre o tema. Conseguiu tratar dos problemas mais graves da informatização com objetividade. Concordo com todos posicionamentos.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails