quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Sony processa hackers que desbloquearam o PlayStation 3

Comentar Enviar por e-mail Enviar por Twitter Publicar no Facebook Promover no Orkut Imprimir ou Converter para PDF Ouça este post Mais opções (pop-up)
A revelação da chave de criptografia do PlayStation 3 foi um marco na história do hacking do console. A publicação da chave facilitou a criação de firmwares (o 'sistema operacional' do videogame) modificadas, permitindo que os donos de PS3, por exemplo, joguem games pirateados. E a Sony não gostou muito dessa parte.

PlayStation 3 (Foto: Divulgação)
Em resposta à publicação da chave, a Sony abriu nesta quarta-feira um processo contra todos os hackers envolvidos. São eles: George "Geohot" Horitz, que publicou a chave e mais tarde um jailbreak para o console; e o grupo de hackers fail0verflow, que disponibilizou em seu site as ferramentas para criação de firmwares modificadas. 

No processo, a Sony pede a apreensão de todos os materiais digitais usados pelos hackers, tais como pendrives, computadores, CDs e DVDs. Dentre as acusações feitas pela fabricante do console, está a violação às leis de direitos autorais norte-americanas, violação à lei de fraude por computador, e a contribuição para a violação de direitos autorais, dentre muitos outros.

Mesmo que a Sony consiga todo o material e vença na justiça, dificilmente a empresa vai conseguir dizimar todos os rastros do código de criptografia do PS3 da internet. Assim que ele foi publicado, o código se alastrou como fogo em uma floresta. E é praticamente impossível para a Sony conseguir água o bastante para apagar esse incêndio.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails