quarta-feira, 22 de junho de 2011

Grupo hacker LulzSec derruba site da Presidência e do Governo do Brasil

Comentar Enviar por e-mail Enviar por Twitter Publicar no Facebook Promover no Orkut Imprimir ou Converter para PDF Ouça este post Mais opções (pop-up)
A versão brasileira do grupo hacker LulzSec atacou na madrugada desta quarta-feira (22) duas páginas ligadas ao governo brasileiro: o "presidencia.gov.br" (site da Presidência da República) e o "brasil.gov.br" (que contém informações do governo). A ação, por volta da 1h, foi divulgada pelo próprio grupo em uma conta no Twitter. Logo depois do anúncio, as páginas saíram do ar.

A queda dos sites, informou a Secretaria de Imprensa da Presidência da Republica em nota oficial, foi causada pela ação do Serpro (Serviço de Processamento de Dados) na tentativa de impedir ataques hackers.

"O Serpro detectou nesta madrugada, entre 0h30 e 3h, uma tentativa de ataque de robôs eletrônicos aos sites Presidência da República; Portal Brasil e Receita Federal. O sistema de segurança do Serpro, onde estes portais estão hospedados, bloqueou todas a ação dos hackers, o que levou ao congestionamento das redes, deixando os sites indisponíveis durante cerca de uma hora", diz a nota. "O Serpro informa que o ataque foi contido e os dados e informações destes sites estão absolutamente preservados", continua. As páginas, afirmou a assessoria de imprensa, ainda podem apresentar instabilidade durante o dia por conta de serviços de manutenção e reforço de segurança.
Mais ataques hackers

"TANGO DOWN brasil.gov.br & presidencia.gov.br LulzSec Brazil", postou o grupo hacker nesta madrugada. Alguns minutos após o ataque, o perfil do grupo LulzSec saudou a "divisão brasileira" pelo êxito na operação. "Nossa unidade brasileira está fazendo progresso, bem feito LulzSecBrazil."

Segundo um manifesto divulgado pelo grupo hacker LulzSec, a ação para derrubar os sites do governo brasileiro faz parte da operação AntiSec – investida do grupo LulzSec com o grupo Anonymous contra páginas de governos de todo o mundo.

"A LulzSec e o Anonymous acabaram de declarar guerra aberta contra todos os governos, bancos e grandes corporações do mundo. Eles estão convocando todos os hackers do mundo para se unirem ao propósito. O objetivo é expor corrupção e segredos obscuros", diz o documento.

Histórico de invasões

Nos últimos dois meses, o grupo LulzSecurity assumiu a autoria de vários ataques. Entre as vítimas estiveram a Sony (SonyPictures e a versão japonesa do site SonyMusic), a desenvolvedora de jogos Bethesda, o site da Fox, da Nintendo, do Senado norte-americano e até o site da CIA (Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos).

Autoria: Guilherme Tagiaroli, Uol Notícias

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails