segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Condenado a morte ganha novo julgamento após um tweet

Comentar Enviar por e-mail Enviar por Twitter Publicar no Facebook Promover no Orkut Imprimir ou Converter para PDF Ouça este post Mais opções (pop-up)
Ao enviar mensagens pelo microblog, o jurado quebrou a regra de não divulgação de nenhum dado sobre o julgamento.

Talvez ainda não tenhamos percebido a grande influência do Twitter em nossa sociedade: a sentença de morte de Erickson Dimas-Martinez foi anulada e o condenado terá direito a outro julgamento por causa de alguns tweets feitos por um dos jurados no Arkansas, EUA.

Segundo o jornal Washington Times, durante o julgamento de um homicídio cometido por Erickson em 2010, um jurado dormiu e outro enviou mensagens pelo Twitter, o que quebra a principal instrução do juiz de não postar nada na internet e não comunicar detalhes do julgamento a ninguém.

Agora, os advogados de Erickson fizeram uma apelação e a Suprema Corte do Arkansas decidiu dar um novo julgamento ao rapaz.

Em um dos tweets, Randy Franco postou: "Escolhas a serem tomadas. Corações a serem quebrados". Mas o mais "descarado" deles foi feito uma hora antes do anúncio da sentença, quando Randy disse em seu perfil: "Acabou".

Donald Corbin, juiz adjunto, diz que o julgamento será remarcado. "Por causa da natureza do Twitter como um site de mídia social, os tweets do júri sobre o julgamento se tornaram uma discussão pública". Para ele, podem acontecer diversas ações de má conduta quando os celulares com internet ficam disponíveis para os jurados, pois, além de redes sociais, eles podem acessar sites que tenham informações sobre algum caso e que podem influenciar suas decisões.

Fonte: Olhar Digital

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails