domingo, 25 de dezembro de 2011

Empresa denuncia Google por concorrência desleal

Comentar Enviar por e-mail Enviar por Twitter Publicar no Facebook Promover no Orkut Imprimir ou Converter para PDF Ouça este post Mais opções (pop-up)
A E-Commerce Media, proprietária dos sites Buscapé e Bondfaro, especializados em comparar preços, denunciou o Google à Secretaria de Direito Econômico, do Ministério da Justiça. De acordo com a empresa, o buscador favoreceu artificialmente seu próprio comparador de preço, o Google Shopping, no resultado de suas buscas. O Google deverá se manifestar dentro de 15 dias.

Segundo a E-Commerce Media, somente o Google Shopping tem certos recursos, como o direito de divulgar imagens de produtos, apontar avaliações, comentários, número de lojas anunciantes e até mesmo preços no resultado de pesquisa do Google Busca. E mais: desde os primeiros dias de existência, apareceu com elevada frequência na primeira página do portal de buscas e, principalmente, nas primeiras posições entre os links não-patrocinados.

A empresa aponta também que haveria evidências de que a busca do Google não seria isonômica, além da comparação feita pela Google Shooping ser menos eficiente. Ou seja: os consumidores poderiam ser prejudicados por comparações de preços de menor qualidade; aumento artificial do poder de mercado do Google no mercado de publicidade virtual, conjugado com um aumento de preços dos espaços publicitários on-line. Com informações da Assessoria de Comunicação da SDE-MJ.

Autoria: Consultor Jurídico

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails